#
CONTACTE-NOS
(+351) 226 156 500
AMBIENTE DESCONTRAÍDO
18 APR 2019
De uma bola de neve gigante, com os trópicos com temperaturas semelhantes ao que ocorre hoje nos pólos, ao clima tropical uniforme por todo o planeta, a Terra já viu de tudo um pouco no que se refere a clima. Alterações climáticas são parte da história da Terra e foram moldando, também, a história da vida na Terra. As condições climatéricas que permitiram o sucesso espetacular da nossa espécie poderão não durar muito mais em consequência da própria ação humana. É preciso encontrar um novo equilíbrio, resultante de uma consciência global e ação local. 
Qual é o estado atual e o cenário futuro do nosso país relativamente às alterações climáticas? Que medidas devem ser tomadas para seguirmos um caminho mais sustentável e seguro? Serão as metas estabelecidas suficientes? E que alterações de comportamentos e atitudes estamos dispostos a assumir para alcançarmos essas metas?
Em momento de celebração do Dia Mundial da Terra, estas e outras questões serão abordadas nesta sessão, procurando uma reflexão alargada e profunda sobre o tema. 

Oradores convidados 
Francisco Ferreira (Associação Sistema Terrestre Sustentável ZERO)
José Carlos Brito (CIBIO-InBIO)
Joana Vieira da Silva (Agência Portuguesa do Ambiente APA)
Moderação
Arminda Deusdado - Farol de Ideias (Direção Programa Biosfera) 

Entrada livre sujeita a inscrição: m.tavares@serralves.pt
Estudou biologia na Universidade de Lisboa e obteve o doutoramento, em 2003, sobre a ecologia e conservação de víboras ibéricas. Investigador Principal do CIBIO-InBIO, liderando desde 2011 o grupo de investigação Biodeserts, Biodiversidade de Desertos e Regiões Áridas. A investigação visa avaliar os padrões de distribuição da biodiversidade, compreender os processos evolutivos e paisagísticos relacionados com a distribuição da biodiversidade atual e desenvolver opções de conservação para a biodiversidade, sobretudo no Norte da África, na Bacia do Mediterrâneo e no Médio Oriente. Desde 2000 completou 35 expedições científicas ao Saara-Sahel e Irão, percorrendo mais de 250.000 km e 1.000 dias explorando áreas remotas e pouco estudadas.
Francisco Ferreira é professor associado no Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-NOVA) e investigador do CENSE (Centro de Investigação em Ambiente e Sustentabilidade). É licenciado em Engenharia do Ambiente pela FCT-NOVA, mestre por Virginia Tech nos EUA e doutorado pela Universidade Nova de Lisboa. Tem um significativo conjunto de publicações nas áreas da qualidade do ar, alterações climáticas e desenvolvimento sustentável. Foi Presidente da Quercus de 1996 a 2001 e Vice-Presidente entre 2007 e 2011. Foi membro do Conselho Nacional da Água e do Conselho Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Atualmente é o Presidente da "ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável”, uma organização não-governamental de ambiente com atividade nacional.

Joana Vieira da Silva é a representante de Portugal nas negociações internacionais ao abrigo do Acordo de Paris e da Convenção Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCCC) desde 2016. Integra a equipa da União Europeia para as negociações internacionais sobre Alterações Climáticas desde 2016 e acompanha em particular as temáticas de ambição, mitigação e temas transversais. Exerce funções no Departamento de Alterações Climáticas da Agência Portuguesa do Ambiente desde 2013. 
Foi destacada para a Comissão Europeia em 2009, onde trabalhou na área da Cidadania ativa e participação cívica, enquanto membro da equipa responsável pela operacionalização do Programa Europa para os Cidadãos e integrou a equipa de gestão e coordenação do Ano Europeu para a Cidadania 2013. Nascida no Porto, é licenciada em Estudos Europeus pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e após a graduação no Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública começou a consolidar a sua carreira em Relações Internacionais na Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género em 2004, tendo representado Portugal e acompanhado as questões de Igualdade de Género na União Europeia e em diversos fora internacionais, desde o Conselho da Europa às Nações Unidas.

Arminda Sousa Deusdado é licenciada em Ciências Históricas pela Universidade Portucalense, tem uma Pós-Graduação em Gestão Cultural pela Escola de Gestão do Porto e o First Certificate, nível de Inglês pela Universidade de Cambridge. É atualmente CEO da Farol de Ideias e coordenadora executiva dos projetos de televisão e media da Farol. Foi Realizadora da série documental "GEOSFERA”, uma série de sete episódios sobre os geoparques da Europa, do documentário "O Sabor da Despedida”, sobre a barragem do Sabor, do documentário "Os rostos da Europa” e coordenadora/realizadora do magazine "Biosfera” em emissão desde 2004 na RTP.
#
#
  • Schedule21h30 - 23h00
  • Days18 APR 2019

Support this project.
Become a member.


Rua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
41º9'35.40"N
8º39'35.35"W
Serralves