Facebook Linkedin Twitter
#
CONTACTE-NOS
(+351) 226 156 500
ADAM LINDER: AUTO FICTO REFLEXO - 10 abr
10 ABR 2016
Repensar as convenções linguísticas tendo como foco o corpo performativo – é a proposta do artista e performer Adam Linder na peça Auto Ficto Reflexo, apresentada em estreia nacional em Serralves. Linder apropria-se aqui da linguagem codificada da produção cultural: entrevistas com artistas, retórica politico-cultural ou crítica tornam-se princípios concetuais num dueto que é encenado como se tratasse de um jogo que integra estilos de dança "de rua” incomuns como gliding, waving ou paddy-cake. Em colaboração com o coreógrafo e intérprete Justin F. Kennedy e o designer de som e músico Adam Gunther, Auto Ficto Reflexo de Linder, situa-se entre o movimento, a linguagem e a instalação sonora. 

Conceito: Adam Linder
Coreografia e performance: Adam Linder, Justin F. Kennedy
Produtor musical: Adam Gunther
Palco: Shahryar Nashat
Iluminação: Samuli Laine
Figurinos: Iva Wili
Som: Julius Holtz
Director técnico: Sebastian Zamponi
Produção: Andrea Niederbuchner

Co-Financiado pelo NATIONALES PERFORMANCE NETZ (NPN) International Guest Performance Fund for Dance, através de Fundos da Comissão para a Cultura e Media do Governo Federal Alemão, com base numa resolução do Parlamento Alemão


Imagem: Adam Linder. Auto ficto reflexo (c) Sarah Bohn
Adam Linder (nascido em 1983) vive e trabalha em Berlim. As suas obras recentes para palco incluem Vexed Vista, estreada no laboratório de criação artística Les Subsistances, Lyon (2015); Parade, estreada no HAU 3, Berlim (2013); e Cult to the Built on What, estreada no teatro Kampnagel, Hamburgo (2013). Os mais recentes "Serviços Coreográficos” , peças apresentadas desde 2013 em contextos artísticos, incluem No.2: Some Proximity [Alguma proximidade] na Frieze Art Fair, Londres, subsequentemente contratado pelo Museu Sztuki, Varsóvia (2015) e pelo MoCA, Los Angeles (2015); e Some Cleaning [Alguma limpeza], Serviço Coreográfico No. 1, apresentado no Âmbito da exposição coletiva Effi B, na Silberkuppe, Berlim (2014), subsequentemente contratado por Museum of Arts and Design, Nova Iorque (2014); Kunsthalle, Basileia (2014); CCA Wattis, São Francisco (2015); e The Lulennial: A Slight Gestuary, Lulu, Cidade do México (2015). 
O filme Parade, uma adaptação da obra de Linder para palco, da autoria do realizador Shahryar Nashat, estreou na Bienal de Berlim (2014); foi também exibido no ICA, Londres (2014) e no The Hammer Museum, Los Angeles (2014).
Apoio
#
Co-Financiado por
#
  • LocalAuditório de Serralves
  • Horário18h00 - 19h00
  • Dias10 ABR 2016
  • Preço€ 7,50

Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º 9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35ºW
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves