Facebook Linkedin Twitter
#
Beyond Entropy ou Destino de Estar Lá por não estar lá ao mesmo tempo que se está lá
15 ABR 2015
PAULA NASCIMENTO E STEFANO RABOLLI PANSERA

Paula Nascimento e Stefano Rabolli Pansera, curadores do Pavilhão de Angola, vencedor do Leão de Ouro para melhor Participação Nacional na 55ª Exposição Internacional de Artes – la Biennale di Venezia, em 2013, apresentarão os projetos curatoriais que têm vindo a desenvolver a partir de Beyond Entropy Africa.

A Beyond Entropy Africa, um estúdio de investigação que opera no limiar da arte e da arquitetura, do urbanismo e da geopolítica, entre África e o mundo, entre a localidade e a globalidade. 

A noção de território tal como o definimos é não só uma metodologia mas, também, uma forma de entender o mundo – onde o local se torna não uma entidade física mas um conjunto de condições já existentes, se bem que ainda por formular. Um instrumento para desafiar paradigmas e criar novas formas de relação.  

A conferência será falada em português. As intervenções de Stefano Rabolli Pansera terão tradução simultânea.


Lotação: 40 pessoas
Acesso: 3€ (estudantes e maiores 65 anos: 50% desconto; Amigos de Serralves: gratuito) 

Nota: Neste dia o Museu está aberto ao público até às 19h00. 


Imagem: Fotografias de Paolo Regis
  • Horário18h30 - 20h00
  • Dias15 ABR 2015
  • Preço€ 3,00
Paula Nascimento é Arquiteta e Investigadora. Vive e trabalha em Luanda, Angola. Graduou-se na London Southbank University e na Architectural Association em Londres. Trabalhou com Álvaro Siza Arquitectos, RDA Chartered Architects e Bates Zambelli Architects em diversos projetos residenciais e na área de Conservação do Património. Atualmente colabora com a Comissão de Angola para a Expo (designer do Pavilhão de Angola Expo Yeosu 2012; actualmente como arquiteta, direção artística e coordenadora de projeto de Angola para a Expo Milano 2015). É, desde 2011 co-fundadora e directora de Beyond Entropy Africa, estúdio de investigação na área de arquitectura, urbanismo, artes visuais e geopolítica; membro do board de curadores da Galeria Mangiarbarche e contribui para várias publicações e catálogos. Em 2014 co-editou o livro "Ilha de São Jorge” com Ana Vaz Milheiro e Stefano Serventi. Com Stefano Rabolli Pansera, foi curadora, em 2012 do Pavilhão de Angola na 13ª Exposição Internacional de Arquitetura – la Biennale di Venezia (Beyond Entropy Angola), e em 2013,do Pavilhão de Angola na 55ª Exposição Internacional de Artes – la Biennale di Venezia (Luanda enciclopedic city), vencedor do Leão de Ouro para melhor Participação Nacional, e do prémio Angola 35º para Artes e Cultura. Outras exposições incluem "Luanda de Baixo pra Cima”, com Paulo Moreira e Stefano Rabolli Pansera, Porto 2012; "Luanda Cidade Enciclopédia 2”, Luanda 2013; "Ilha de São Jorge” ( exposição itinerante, co-curadoria com Stefano Rabolli Pansera, presente em Veneza 2014, hangar Biccoca 2015, Design Library 2015, ICA London); "Africa Is Now” ( brevemente, com Stefano Rabolli Pansera). Em 2015 participou no projeto Curatorial Clube como curadora da peça "The Best Fucking Life” (Instalação urbana em Luanda) com Nelo Teixeira e Angel Ihosvany. Membro Fundador do coletivo "Pés Descalços” em 2014.

Stefano Rabolli Pansera é Arquiteto e Investigador. Vive e trabalha em Londres. Graduou-se com Honors na Architectural Association em Londres. Depois de trabalhar com Herzog & de Meuron entre 2005 e 2007, Stefano lecionou na Architectural Association School of Architecture, entre 2007 e 2011. Palestrante nas Universidades de Cagliari, Cambridge, Nápoles, Wuhan, Seul e Madrid. Em 2010 fundou Beyond Entropy Lts, que opera na Europa, Mediterrâneo e África. Desde 2012 é o Diretor da Galeria Mangiabarche, na Sardenha. Foi curador em 2012 do Pavilhão de Angola na 13ª Exposição Internacional de Arquitetura – la Biennale di Venezia (Beyond Entropy Angola), e em 2013,do Pavilhão de Angola na 55ª Exposição Internacional de Artes – la Biennale di Venezia (Luanda enciclopedic city), vencedor do Leão de Ouro para melhor Participação Nacional. Outras exposições incluem "When Prototypes become Space” (Venice,Triennale di Milano/AA), "Potential Monuments for Unrealised Futures” (Pavilhão da Albania na 14ª Bienal de Arquitectura), "Luanda de Baixo pra Cima”, com Paulo Moreira e Paula Nascimento, Porto 2012; "Ilha de São Jorge” (cocuradoria com Paula Nascimento), Veneza 2014, "Africa Is Now ” (brevemente, com Paula Nascimento), Editor das publicações "When Prototypes become space” e "When Energy becomes Form” (publicada pela AA Books).



Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º 9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35ºW
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves