Facebook Linkedin Twitter
#
CASUAL CONFERENCE COM WALTER ALVAREZ
22 MAI 2014
"A Study of Big History - supercontinents, and how the portuguese invented science"

Nesta conferência serão explorados dois aspetos da relação histórica de Portugal com os continentes e os oceanos, que tiveram lugar a escalas temporais distintas. O primeiro prende-se com os navegadores Portugueses dos séculos XV e XVI, que traçaram as fronteiras que separam os continentes dos oceanos, até então desconhecidas dos Europeus. Apresentar-se-á uma nova perspetiva, desenvolvida em colaboração com o historiador de ciência Henrique Leitão, que defende que as viagens de exploração empreendidas pelos Portugueses foram a primeira manifestação do que se veio a definir como ciência moderna, e que podemos, por isso, admitir que os Portugueses inventaram a ciência, e que a primeira ciência moderna foi a geologia, um século antes de Copérnico.
O segundo aspeto está relacionado com descobertas muito recentes feitas por geólogos, incluindo especialistas Portugueses, que demonstram que, durante centenas de milhões de anos, a Terra se modificou lentamente ao longo de ciclos entre dois extremos, num dos quais existem continentes dispersos pelo globo, tal como se encontram hoje em dia; e o outro, no qual a maioria das massas continentais se encontra agregadas num único supercontinente, o mais recente dos quais é a Pangeia.
Compreender a história do ciclo de supercontinentes dá-nos uma nova e interessante perspetiva acerca das condicionantes geográficas e geológicas que estão subjacentes aos descobrimentos Portugueses.

Nesta Conferência será apresentada a publicação do autor Walter Alvarez "As Montanhas de São Francisco - à descoberta dos eventos geológicos que moldaram a Terra”.

Entrada gratuita.

A conferência será falada em inglês, sem tradução simultânea.

Parceiro
#
  • LocalAuditório de Serralves
  • Horário17h30 - 19h00
  • Dias22 MAI 2014

Walter Alvarez em Serralves

Video da conferência
Doutorado em geologia pela Universidade de Princeton, Walter Alvarez desenvolveu o trabalho de investigação para a sua tese no deserto isolado de La Guajira, na Colômbia, vivendo entre Índios Wayúu e contrabandistas.
No entanto, a maior parte da sua atividade de investigação foi desenvolvida em Itália, estudando a geologia arqueológica de Roma, a tectónica do Mediterrâneo, e as inversões magnéticas terrestres registadas em calcários de águas profundas nos Apeninos italianos.
Em 1977, iniciou os seus estudos superiores na Universidade de Califórnia, Berkeley, acerca da extinção em massa no final do Cretáceo. Dados obtidos a partir da medição de níveis de irídio em rochas perto de Gubbio revelaram que esta extinção foi devida ao impacto de um asteroide ou cometa gigante na Terra. Com o seu pai, Luis Alvarez, prémio Nobel da Física, Frank Asaro e Helen Michel, publicou em 1980 o artigo que revolucionou a visão, até ao momento gradualista, das extinções ao longo da História da Terra. Em 1991, a hipótese foi confirmada através da descoberta de uma enorme cratera de impacto, escondida sob a superfície da península do Yucatán, cuja origem remonta precisamente à extinção do Cretáceo-Terciário.
Atualmente interessa-se pela Grande História, o novo campo que pretende juntar todo o conhecimento sobre o passado do nosso planeta para compreender de forma coerente e abrangente a perspetiva e caráter da história, a uma escala alargada.
Recebeu a Medalha Penrose, a mais alta distinção da Sociedade Geológica da América, e também o Grau de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Siena, em Itália, e pela Universidade de Oviedo, no Principado das Astúrias, em Espanha, de onde é originária a sua família.

"Os geólogos modernos mostraram nas derradeiras décadas do século XX que a história do nosso planeta assistiu a acontecimentos muito mais assombrosos do que qualquer capítulo espetacular da história humana.
Neste livro, Walter Alvarez, um dos mais destacados geólogos da atualidade, leva-nos em viagem pela cordilheira apenina em Itália — as Montanhas de São Francisco — percorrendo os segredos mais fascinantes escritos nas rochas da Terra.
"Nos arquivos rochosos, podemos inteirar-nos de uma colisão colossal, apesar de dolorosamente lenta, entre Itália e a Europa que forçou a ascensão da barreira denteada dos Alpes. E podemos ler acerca de uma outra colisão, esta espetacularmente veloz, na qual um cometa ou asteroide embateu contra a Terra, uma catástrofe que ditou o fim dos dinossauros. E os arquivos falam-nos de vulcões em erupção no local onde atualmente se situa a cidade de Roma, e de uma época em que o mar Mediterrâneo se evaporou, deixando um vasto deserto muito abaixo do nível do mar.”

in As Montanhas de São Francisco, 2014, Walter Alvarez

Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º 9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35ºW
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves