Facebook Linkedin Twitter
#
COLEÇÕES E COLECIONISMO: "MUSEUS EM TRANSFORMAÇÃO – DINÂMICAS ENTRE O CAMPO DO REAL E DO SIMBÓLICO"
22 SET 2016
O quanto um projeto museológico pode ser transformador sem que se perca a essência da própria missão de um museu de arte? Respondendo a essa pergunta, sem procurar uma conclusão acabada, a conferência destacará, por meio da atuação institucional do curador, algumas questões presentes nos museus brasileiros na última década, nomeadamente no Museu de Arte da Pampulha, no Instituto Inhotim e no Museu de Arte de São Paulo.

Rodrigo Moura é curador, editor e crítico de arte. Atualmente é curador adjunto de arte brasileira do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP). Trabalhou como diretor artístico do Instituto Inhotim (Minas Gerais, Brasil) entre 2014 e 2015. Em Inhotim, Moura também trabalhou como curador adjunto (2004-2006), curador (2006-2013) e diretor artístico adjunto (2011-2013) e desempenhou um papel importante na aquisição e apresentações de obras de artistas como Babette Mangolte, Ernesto Neto, Geta Bratescu, João Maria Gusmão e Pedro Paiva, Jorge Macchi e Victor Grippo, entre outros, e, mais recentemente, foi o curador da Galeria Claudia Andujar, concluída em 2015. Foi curador assistente (2001-2003) e curador (2004-2006) no Museu de Arte da Pampulha, em Belo Horizonte, onde organizou exposições individuais de Damián Ortega, Ernesto Neto, José Bento e Fernanda Gomes, entre mais de 20 exposições individuais e site-specific, comissionadas para o Museu. Também coordenou a Bolsa Pampulha, um programa de estímulo a jovens artistas. Tem publicado extensivamente sobre arte e cultura em veículos como Folha de S. Paulo e Trópico (São Paulo), Vogue (São Paulo), Flash Art (Milão), Exit (Madri), Dardo (Santiago de Compostela), Metropolis M (Amsterdã), The Exhibitionist (Berlim), Aperture (Nova York) e ArtNexus (Bogotá e Miami). Seus textos também apareceram recentemente em diferentes catálogos, incluindo ensaios monográficos sobre a obra de Rivane Neuenschwander, Marina Rheingantz e Jac Leirner. É um dos autores do ART NOW V.3 (Taschen, Colônia, 2008), para o qual escreveu sobre o trabalho de 10 artistas. Como curador independente, fez a curadoria de "Mirante”, exposição panorâmica de Mauro Restiffe no PhotoEspaña 2009, Madri, de "LINES” (Hauser & Wirth, 2014), e de "Planos de Fuga”, co-curadoria com Jochen Volz, no Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo (2012). Também foi co-curador do 43º Salão Internacional de Artistas da Colômbia (Medellín, 2013) e de "artevida” (Rio de Janeiro, 2014), com Adriano Pedrosa. Entre as publicações editadas recentemente por ele, estão Através: Inhotim (2a edição, Instituto Inhotim, 2015) e Marcius Galan: Seção (Cosac Naify, 2016). 
  • LocalBiblioteca
  • Horário18h30 - 20h00
  • Dias22 SET 2016
  • Preço€ 3,00

Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º 9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35ºW
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves