#
CONTACTE-NOS
(+351) 226 156 500
Conversa em redor do conceito de deambulação
18 ABR 2015
Com Joana Escoval, Margarida Mendes, Maria João Fonseca e Nuno da Luz.

Partindo da forte relação que uma vasta geração de artistas portugueses tem com a natureza, o bucolismo, ou mesmo a obra de Thoreau, esta sessão, proposta por Margarida Mendes, curadora do projeto The Barber Shop, pretende dar espaço a testemunhos que assumem o próprio ato de caminhar ou divagar como ferramenta essencial para reflexão. 
O passeio, que cruza as galerias e jardim do Museu, será pontuado por várias participações: o artista Nuno da Luz apresenta o papel que a ecologia acústica tem no seu trabalho com gravações de campo; Joana Escoval, também artista, recém-chegada da ilha de Stromboli fala-nos dos seus passeios e observações por terras vulcânicas, bem como das florestas tropicais da Costa Rica, dos pântanos da Florida, ou da companhia dos índios Navajo no Novo México; por sua vez, Maria João Fonseca, arquiteta paisagista, apresenta as suas ideias sobre o ato de caminhar como forma de discurso e protesto.

Lotação: 30 pessoas
Acesso: gratuito, mediante levantamento de bilhete (emitido no dia)




Imagem: Mario García Torres, A Brief History of Jimmie Johnson’s Legacy [Uma breve história do legado de Jimmie Johnson], 2006. Coleção Fundação de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto. Videograma: Cortesia do artista



Mecenas Exclusivo do Museu
  • LocalGalerias do Museu
  • Horário16h00 - 17h00
  • Dias18 ABR 2015

Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35"W
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves