Facebook Linkedin Twitter
#
CONTACTE-NOS
(+351) 226 156 500
DA COLEÇÃO NO AEROPORTO DO PORTO: JOSÉ PEDRO CROFT
de 06 JUL 2017 a 08 OUT 2017
A arte de José Pedro Croft tem vindo a desenvolver-se em torno de uma investigação sobre a natureza da escultura e as suas diferentes formas ao longo da história. O seu trabalho aborda temas como a ruína, o monumento ou as relações entre arte e arquitetura e conceitos como tempo e espaço, peso e (des)equilíbrio, explorando a justaposição de materiais diversos. Muitas das obras recentes de Croft são volumes ou contentores transparentes, definidos por arestas de ferro (primeiro perfuradas, mais recentemente lisas e escuras) que seguram materiais refletores.
Sem título, 2003 inscreve-se numa série de trabalhos nos quais o espelho e o vidro desempenham um papel importante. Estes materiais incorporam nas próprias esculturas o espectador e o espaço em que estão instaladas. Daqui resultam a multiplicação das perspetivas de perceção, reveladoras de zonas habitualmente despercebidas (como o chão, os cantos ou rodapés), e a impossibilidade de uma visão de conjunto.
O trabalho de José Pedro Croft é o núcleo central da representação portuguesa na edição deste ano da Bienal de Veneza, patente entre 13 de maio e 26 de novembro. 

Produção: Fundação de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto
  • LocalHall de Chegadas, Aeroporto do Porto
  • Dias 06 JUL 2017 - 08 OUT 2017
Nasceu em 1957, Porto. 
Entre 1976 e 1981, Croft frequentou o curso de Pintura na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa. Em 2001 vence o Prémio Nacional de Arte Pública Tabaqueira e o Prémio EDP — Desenho. Em 2002 o Centro Cultural de Belém organizou uma grande exposição retrospetiva do seu trabalho. 
A sua obra encontra-se presente em diversas coleções públicas e privadas, tais como: Banco Central Europeu, Frankfurt; Caixa Geral de Depósitos, Lisboa; CAM — Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa; Centro Galego de Arte Contemporâneo, Santiago de Compostela; Fundação de Serralves, Porto; Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, Lisboa; Fundación Caixa Galiza, La Coruña; Fundación La Caixa, Barcelona; MEIAC — Museo Extremenho y Iberoamericano de Arte Contemporáneo, Badajoz; Ministério da Cultura, Portugal; Museo de Cantábria, Espanha; Museo de Zamora, Espanha; Museo Nacional, Centro de Arte Reina Sofia, Madrid; Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro; Sammlung Albertina, Viena; e Coleção Berardo, Lisboa.

Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º 9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35ºW
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves