Facebook Linkedin Twitter
#
CONTACTE-NOS
(+351) 226 156 500
ÉLIANE RADIGUE - "NALDJORLAK" com CHARLES CURTIS, CAROL ROBINSON e BRUNO MARTINEZ
21 ABR 2018
O início dos anos 2000 marcou uma grande viragem na obra da compositora francesa Éliane Radigue. Após um percurso quase exclusivamente dedicado aos sintetizadores eletrónicos, Radigue inicia a produção de um conjunto de trabalhos dedicados à instrumentação acústica. A primeira dessas obras é Naldjorlak I, e o impulso para a sua criação surgiu em resultado de Radigue ter assistido a um recital do violoncelista norte-americano Charles Curtis.

Em estreia em Portugal, Serralves apresenta as três partes do ciclo Naldjorlak. O título é uma palavra composta inventada por Radigue mas com referências à língua tibetana, evocando conceitos espirituais budistas de união e de respeito. O ciclo desenvolveu-se entre 2004 e 2009, sempre numa relação com instrumentistas virtuosos, e construído com base na interação e jogo com subtis propriedades e frágeis fenómenos acústicos dos instrumentos. 

O ciclo é interpretado pelo próprio Charles Curtis - um dos mais importantes violoncelistas a nível internacional, colaborador não apenas de Radigue mas também de outros grandes compositores como La Monte Young e Alvin Lucier -, Carol Robinson - compositora e clarinetista cuja vida musical multifacetada a tem conduzido entre as grandes salas de concerto da música erudita, colaborações com grandes compositores e coreógrafos mas também pelos contextos mais experimentais -, e Bruno Martinez- o principal clarinetista-baixo na Ópera de Paris desde 1992, que, tendo tocado sob a direção de compositores e maestros como Pierre Boulez, Witold Lutoslawski, Yehudi Menuhin ou Esa Pekka Salonen, se apresenta também frequentemente como solista e músico de câmara em França e um pouco por todo o mundo.  

Programa*
17h00 Naldjorlak I
(para violoncelo solo)
18h00 Naldjorlak II
(para dois basset horns)
19h00 Naldjorlak III
(para dois basset horns e violoncelo)

*será permitida a entrada de público apenas antes do início de cada uma das partes do ciclo, de acordo com o programa.

Foto ©Yves Arman/Fondation A.R.M.A.N.
  • LocalGalerias do Museu
  • Horário17h00 - 20h00
  • Dias21 ABR 2018
  • Preço€ 10,00
Éliane Radigue é uma compositora francesa especialmente conhecida pelos trabalhos com eletrónica que desenvolve desde os anos 1960. Natural de Paris, onde vive atualmente, realizou estudos em eletroacústica nos anos 1950 com Pierre Schaeffer e Pierre Henry, de quem se tornaria assistente. No início dos anos 1970, Radigue desenvolve nos Estados Unidos vários trabalhos para o sintetizador Arp que se tornaria o seu instrumento de eleição. A sua conversão ao budismo em 1975 viria a marcar uma grande influência do estudo da filosofia budista tibetana na sua obra. 
Radigue tomou um caminho singular e solitário, algo invisível, mas que a levou a conquistar um merecido lugar no grupo dos compositores mais importantes e influentes para a música dos nossos dias, ao lado de nomes como Terry Riley, Steve Reich ou La Monte Young.
Os seus ciclos recentes dedicados a instrumentação acústica, Naldjorlak e OCCAM OCEAN, foram apresentados em instituições e eventos como Sound and Music (Londres), Issue Project Room e Crossing the Line (Nova Iorque), Fondation Cartier e Festival d’Automne (Paris), GES-2 (Moscovo), Huddersfield Contemporary, CTM (Berlim), E-May (Viena) ou Tectonics (Glasgow).


Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º 9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35ºW
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves