#
CONTACTE-NOS
(+351) 226 156 500
REGULAR MEASURES - ALESSANDRO BOSETTI
de 16 OUT 2019 a 20 OUT 2019
"Está prestes a entrar num universo feito apenas de voz".
Após este anúncio ter soado, um grupo de quatro convidados, bem como membros da audiência, são imersos na escuridão e rodeados por um som exclusivamente constituído por vozes. Essas vozes estão desligadas da linguagem e espalhadas num universo imaterial do qual elas são as únicas partículas elementares. A sua realidade percetível e paisagens em constante mutação são constituídas unicamente por vozes que se reorganizam.
Este universo surpreendente é um tecido de vozes entrelaçadas e suspensas no vazio. Imediatamente ele apresenta uma série de dilemas éticos, estéticos e filosóficos aos convidados que agora o habitam e que determinam a sua forma futura. É um universo que se assemelha não apenas à "Flatland” bidimensional de Edwin Abbot ou ao mundo exterior isolacionista de "Huit Clos” de Jean Paul Sartre, mas que também tem as características estruturais de um jogo de salão vitoriano ou de testes comportamentais como o teste de Milgram.
Além disso, trata-se de uma situação essencialmente radiofónica na qual criaturas de som ganham vida como sujeitos puramente sonoros. A sua condição e destino são incertos e a sua materialidade é limitada à pluralidade de vozes desencarnadas.
"Regular Measures” é intitulado a partir de uma frase do filósofo grego Heráclito, para quem a matéria nasce na forma de minúsculos fogos que aparecem e desaparecem a um ritmo regular, da mesma forma como as partículas de voz incorpóreas que povoam nosso universo sonoro aparecem e desaparecem do horizonte auditivo.
"Regular Measures” faz parte de uma série de peças e de uma pesquisa em curso sobre o potencial de comunidades puramente sonoras ou de híper polifonias. Estas são exploradas juntamente com a fantasia da possibilidade de uma criatura sonora puramente produzida por voz e sem corpo. Ela desenha uma teoria alternativa da voz como algo que emerge, uma entidade autónoma, e explora novas possibilidades e conceitos utópicos da polifonia enquanto comunidade.

Acesso: mediante aquisição de bilhete para o museu. 

Alessandro Bosetti ( Milão, Itália, 1973)  é um compositor, performer e artista sonoro cujos trabalhos exploram a musicalidade da linguagem falada, utilizando mal-entendidos, traduções e entrevistas enquanto instrumentos composicionais. Os seus trabalhos para voz e eletrónica diluem as linhas entre composição eletroacústica, a escrita auditiva e a performance.
Bosetti tem criado um vasto corpo de trabalho de composições híbridas e amplamente premiadas para texto-som e rádio, nomeadamente para algumas das mais importantes estações de rádio e estúdios de eletroacústica europeus como WDR, Deutschland Radio Kultur, Radio France, ABC Australia, ORF ou GRM Paris.
Os seus projetos atuais incluem o dispositivo polifónico abstrato "Plane/Talea”; "The Notebooks”, baseado nos arquivos de melodias discursivas; as extravagâncias monofónicas "Mini e Maxigolf” com os Neue Vocalsolisten Stuttgart; "Journal de Bord”, uma coprodução de música teatral com a GMEM/CÉSARÉ/La Muse en Circuit (centres nationaux de création musicale) 2017-2018; e Mask Mirror, um instrumento e software que reorganiza o discurso falado para fins musicais, ativando uma forma de ventriloquismo eletrónico. 

  • LocalMuseu
  • Dias 16 OUT 2019 - 20 OUT 2019

Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35"W
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves