#
CONTACTE-NOS
(+351) 226 156 500
ROTAS DA BIODIVERSIDADE: CASTRO LABOREIRO – O LOBO E AS VÍBORAS, PREDORES DO NOROESTE PORTUGUÊS
18 JUN 2016
Com Francisco Álvares e Fernando Martínez-Freiría (CIBIO-InBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, Laboratório Associado).

Castro Laboreiro insere-se no único parque nacional português, o Parque Nacional da Peneda Gerês, e destaca-se pela diversidade e riqueza de paisagens naturais e humanizadas, incomparável em Portugal. Este será o cenário para nos debruçarmos sobre dois dos mais carismáticos valores naturais nacionais: o Lobo-ibérico e as duas espécies de víboras Portuguesas (víbora-cornuda e víbora-de-Seoane). Tanto o lobo como as víboras são predadores fascinantes da nossa fauna, muito presentes no imaginário popular, frequentemente associados a histórias e mitos que os representam, na maioria das vezes, de forma incorreta e infundada.
Os investigadores guiar-nos-ão pelos locais onde têm desenvolvido os seus trabalhos científicos com o Lobo-ibérico e víboras. Com eles teremos oportunidade de acompanhar as diferentes metodologias para o estudo destes animais, de biologia tão distinta, nomeadamente a procura de indícios de presença de lobo e a observação de víboras para obter dados morfológicos. Aliado ao enquadramento da sua ecologia no território, iremos também abordar o folclore e etnografia respeitante a estas espécies.

Tarifário: 65 € (almoço e transporte incluídos)
Amigos de Serralves: 58,5€ (almoço e transporte incluídos)
Lotação: 20 adultos
Ponto de encontro: junto à entrada principal entrada do Museu de Serralves (Rua D. João de Castro, 210)
Grau de dificuldade: fácil

Informação: Não é possível realizar a sua inscrição, por favor contate-nos para mais opções através do email c.almeida@serralves.pt


Imagem: (c) Mónia Nakamura
07h30
Saída da Fundação de Serralves, em autocarro

10h00-12h30 
Bouça dos Homens (Arcos de Valdevez): percursos circulares para observação de habitats de lobo-ibérico e de víbora e demonstração de técnicas utilizadas no estudo destas espécies

12h30-14h30
Almoço em Castro Laboreiro, no restaurante "O Miradouro do Castelo”

15h00-17h30
Dorna (Melgaço): percursos circulares para observação de habitats de lobo-ibérico e de víbora e demonstração de técnicas utilizadas no estudo destas espécies

18h00
Regresso à Fundação de Serralves, Porto.
INSCRIÇÕES
Poderá realizar a sua inscrição:
- Na receção do Museu: de 2ª a domingo, no horário normal de funcionamento;
- Por transferência bancária, à ordem de Fundação de Serralves com o NIB: 0010.0000.86451970001.02 - enviando comprovativo e dados da inscrição por e-mail para c.almeida@serralves.pt (dados necessários para a inscrição: nome completo, idade, endereço de e-mail, telefone/telemóvel).
A inscrição está sujeita a confirmação mediante vagas existentes; é respeitada a ordem de entrada.

CONDIÇÕES E DESCONTOS
Pagamento no ato de inscrição.
10% desconto para Amigos de Serralves.
A realização da Rota está sujeita à inscrição de um número mínimo de participantes.
Por motivos imprevistos ou meteorológicos o programa pode estar sujeito a alterações de calendário.

DESISTÊNCIAS
O pedido de desistência de participação no curso deve ser feito com uma antecedência mínima de 5 dias úteis. O reembolso é efetuado no prazo de 30 dias após o envio, pelo participante, do original do recibo e NIB.

Com o objetivo de descobrir a biodiversidade do norte de Portugal pela mão de Investigadores do CIBIO-InBIO (CIBIO-InBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, Laboratório Associado), as Rotas da Biodiversidade focarão os valores naturais dos destinos alvo, onde estes especialistas desenvolvem os seus estudos científicos. 
Um desafio para o conhecimento da Natureza com o conhecimento de quem sabe!
Uma iniciativa dinamizada pelo projeto Serralves 360º | paisagem e biodiversidade.

Francisco Álvares 
Licenciado em Biologia e Doutorado em Biologia da Conservação pela Universidade de Lisboa, é atualmente investigador do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto (CIBIO-InBio). Desde 1994 tem vindo a desenvolver estudos ecológicos e etnográficos (relação com as Comunidades Rurais) sobre o lobo na Península Ibérica, tendo o seu doutoramento abordado esta temática no Noroeste de Portugal.

Fernando Freíria-Martinez
Licenciado em Biologia, pela Universidade de Santiago de Compostela, e Doutorado em Biologia Animal pela Universidade de Salamanca, é atualmente investigador do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto (CIBIO-InBio). Desde 2003 tem vindo a desenvolver estudos biogeográficos, ecológicos e de conservação sobre as três espécies de víboras da Península Ibérica e outras espécies norte-africanas, tendo o seu doutoramento abordado esta temática numa zona de contacto entre as três espécies ibéricas no norte de Espanha.

Apoio
#
Parceiro
#
  • LocalCastro Laboreiro
  • Horário07h30 - 20h30
  • Dias18 JUN 2016

Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35"W
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves