Casa

Latitude: 41.159297
Longitude: -8.656467

Pouco tempo após herdar a quinta de veraneio da sua família em 1923, Carlos Alberto Cabral, homem culto e viajado, decide adaptar a casa existente a padrões de modernidade pelos quais nutria grande admiração.

O projecto para a nova casa inicia-se em 1925, sob o risco de José Marques da Silva, tendo sido objecto de várias alterações e intervenções. Numa primeira fase o desenho previa uma adaptação prudente da casa existente na propriedade, mas com excepção da capela de finais do século XIX, cuja estrutura se manteve tendo sido envolvida pela ‘pele’ que à volta dela se construiu, o projecto resultou numa residência construída de raiz. Vários intervenientes participaram na concepção da Casa mas, a sua autoria poderá ser atribuída, com algum cuidado, a Charles Siclis.

A sua participação revelou-se decisiva na concepção global do projecto, e igualmente a de José Marques da Silva que o desenvolveu, alterou e executou. Algumas modificações importantes terão partido do próprio Carlos Alberto Cabral e a intervenção de Jacques-Émile Ruhlmann, e mais tarde de Alfred Porteneuve, seu sobrinho e arquitecto de formação, também obrigou a alterações de modo a harmonizar as relações entre o interior e exterior do edifício.

O edifício, entendido enquanto obra colectiva, só seria concluído em 1944, com um atraso considerável devido às dificuldades provocadas pela Guerra Civil Espanhola e pela 2ª Guerra Mundial.

Considerada a obra arte déco mais notável de Portugal, ainda que terminada muito depois de o estilo ter tido o seu período áureo, este edifício ultrapassa largamente o edificado no contexto da arquitectura portuguesa da época, ainda dominada pelo gosto oitocentista e pelas orientações beaux-arts e pontuada, raramente, por incursões pela arte nova.


« voltar


Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35"W
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves