Facebook Linkedin Twitter

Francisco Tropa

Francisco Tropa
Monte falso, 1997/2001
Prisma trapezoidal sobre chapa de ferro, espelho
c. 110 x Ø 650 cm
Col. Banco Privado Português, S.A. em liquidação, em depósito na Fundação de Serralves — Museu de Arte Contemporânea, Porto


Francisco Tropa (Lisboa, Portugal, 1968) usa uma linguagem formal em que a escultura, a arquitetura, a fotografia, o cinema e o teatro se combinam e intersetam com a perceção do observador por meio da experiência sensorial e cognitiva.

Como o título sugere, Monte falso é um monte de terra integrado na paisagem que contém um prisma trapezoidal diagonalmente atravessado por um espelho. A peça apresenta duas aberturas: uma vertical, através da qual o espelho reflete a paisagem, e uma horizontal, através da qual os observadores veem a paisagem refletida. O espelho emoldura um fragmento da realidade como que a demonstrar que o que se vê é sempre uma representação mediada, oferecendo desse modo aos observadores uma nova experiência ótica do lugar onde se encontram.

Monte falso foi instalada no Parque em 2001 integrada em “Squatters/Ocupações”, uma exposição coproduzida por Fundação Serralves, Sociedade Porto 2001 — Capital Europeia da Cultura e o Museu de Arte Contemporânea Witte de With, em Roterdão.


« voltar


Ser Amigo faz a diferença.
Junte-se a nós! 

MoradaRua D. João de Castro, 210
4150-417 Porto Portugal
Latitude 41º 9'35.40"N
Longitude 8º39'35.35ºW
CONTACTE-NOS 226156500
SIGA-NOS
Serralves