CORPO, ABSTRAÇÃO E LINGUAGEM NA ARTE PORTUGUESA: OBRAS EM DEPÓSITO DA SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA NA COLEÇÃO DE SERRALVES

de 23 JAN 2019 a 24 MAR 2019
Álvaro Lapa, Anna JOTTA, Ângelo de Sousa , António Palolo, António Sena, Eduardo Batarda, Emília Nadal, Fernando Lanhas, João Vieira , Joaquim Rodrigo, Jorge Martins, Jorge Pinheiro, José Loureiro, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Júlio Pomar, Nikias Skapinakis, Paula Rego e Rui Sanches.

A presente exposição apresenta um conjunto de obras provenientes da Secretaria de Estado da Cultura (SEC) em depósito no Museu de Arte Contemporânea de Serralves desde a criação da Fundação de Serralves e demonstra a importância que a pintura e a escultura tiveram ao longo das décadas de 1960-80 na renovação das linguagens artísticas em Portugal. As obras escolhidas atestam os diversos níveis de diálogo e confluência formais que os artistas portugueses souberam estabelecer entre si e com o contexto internacional a partir do pós-guerra. O acervo proveniente da SEC foi um dos primeiros a integrar a Coleção de Serralves cimentando uma presença dos artistas portugueses e orientando futuros reforços de obras dos mesmos artistas, com bases para a consolidação do âmbito cronológico na contemporaneidade e nos diversos eixos temáticos a ela associados.Esta iniciativa integra-se num programa de exposições e apresentação de obras da Coleção de Serralves especificamente selecionadas para os locais de exposição com o objetivo de tornar o acervo acessível a públicos diversificados de todas as regiões do país. 
Produção: Fundação de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto.
Imagem: João Vieira, Sem título (La Chair est Triste) (detalhe),1966. Col. Secretaria de Estado da Cultura, em depósito na Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea, Porto. Fotografia: Angel Ordiales, © Fundação de Serralves, Porto. Actividades Relacionadas INAUGURAÇÃO 23 JAN | 15H
Pad2 800x450 cover