INOVDESIGN 2019 - SEMINÁRIO

27 MAR 2019
Seminário sobre a importância da inovação e os fatores dinâmicos associados ao design, marketing e marcas. 
09h30 - Abertura da 1ª sessão10h00 - MONOCLE - Andrew Tuck10h30 - Ayres Bespoke Tailor - Ayres Gonçalo11h00 - Coffee break11h30 - Anabela Baldaque12h00 - Alberto Lievore12h30 - Mesa Redonda (moderação de Helena Sofia Silva) 
14h30 - Abertura da 2ª sessão com entrega de prémio INOVDESIGN15h00 - Bullseye - João Silva15h30 - Patachou - Paulo Campos16h00 - Coffee break16h30 - Herdmar - Miguel Soeiro17h00 - Costa Verde - Catarina Sousa
Acesso: A participação é gratuita através do email info@inovdesign.pt; inscrições limitadas à lotação do Auditório.
Mais informação em www.inovdesign.pt
Monocle Ayres Gonçalo Anabela Baldaque Alberto Lievore Bullseye Patachou Herdmar Costa Verde Monocle é mais que uma revista. É um pensamento critico de negócios e estilo de vida, estação de rádio 24 horas, website e marca de acessórios. Foi fundada por Tyler Brûlé, empresário canadense, colunista do Financial Times e fundador da revista Wallpaper.Editada por Andrew Tuck e descrita pelo repórter Harry Forestell, da CBC News, como uma "reunião entre a Foreign Policy e a Vanity Fair", a revista pretende fornecer uma perspectiva global sobre assuntos internacionais, negócios, cultura, design e moda tornando-se num "icone” do lifestyle internacional. Seguindo a contracorrente do digital, a edição continua a ser em papel e defende valores bastante tradicionais, sempre com bastante humor. A ligação ao design é explicita ao longo de toda a marca, consolidando e marcando a diferença em toda a marca. 
Ayres Gonçalo cresceu no seio de uma família tradicional de alfaiates e cedo demonstrou interesse por esse ofício. O seu avô, de nome Ayres Carneiro da Silva, dono do estabelecimento Ayres Alta Costura, foi considerado um dos melhores alfaiates portugueses; ao longo de uma carreira de mais de setenta anos. Produziu fatos e outros artigos para uma distinta carteira de clientes, incluindo artistas, desportistas, parlamentares e banqueiros.Ao longo da sua juventude, Ayres demonstra um interesse crescente por tecidos, agulhas e tesouras, e aos 16 anos, já apaixonado pela alfaiataria, decide começar a trabalhar em part-time no atelier do avô, acompanhando-o nas visitas aos clientes e assim adquirindo experiência com tecidos e provas. Aos 19 anos, a alfaiataria passou a ser a sua ocupação a tempo inteiro, sempre sob a alçada do avô.Em 2004, então com 23 anos, decide estudar corte na Sociedad de Sastres de España, em Madrid, para melhorar os seus conhecimentos e técnicas. De noite frequentava as aulas do curso, enquanto de dia trabalhava com o prestigiado alfaiate Pedro Muñoz, no número 72 da Calle Serrano. Em Junho de 2005, é-lhe atribuído o certificado de Cortador de Sastreria pela Sociedad de Sastres de España.Em 2006, decide rumar a Londres para concretizar o sonho de trabalhar em Savile Row – a famosa rua londrina onde exercem os mais prestigiados alfaiates do Mundo. As hesitações iniciais tornam-se certezas quando, ao fim de quinze dias, assegura uma colocação na prestigiada Gieves & Hawkes, localizada no n.º 1 da mesma rua. Aí tem a oportunidade de elaborar fatos e outros artigos de acordo com os mais elevados padrões de técnica vigentes em Savile Row. A confecção de um fato para o Príncipe Carlos terá sido, seguramente, um dos momentos mais especiais da sua carreira.Em 2009, ainda a trabalhar na Gieves and Hawkes, é finalista do Golden Shears Contest, concurso destinado a reconhecer jovens alfaiates a exercer no Reino Unido. Já em 2010 recebe o certificado de Savile Row Bespoke Tailor pela Savile Row Bespoke Association. Esse título certifica-o definitivamente como alfaiate naquela rua londrina.Ainda em 2010, decide ter uma experiência fora da Europa, rumando a Nova Iorque, onde tem a oportunidade de trabalhar com Michael Andrews Bespoke até Maio de 2011. Esta parceria permite-lhe reforçar a sua experiência, através do contacto com as práticas de alfaiataria nova iorquinas, tendo-o ainda conduzido à China, onde trabalhou durante alguns meses, dando formação a alfaiates em Hong Kong.Ayres Gonçalo entende que chegou o momento de dar continuidade à sua tradição familiar e fundar a marca Ayres Bespoke Tailor. Encontra-se presentemente em Portugal, onde, dividindo o seu tempo entre Lisboa e Londres, se dedicará em exclusivo aos clientes portugueses e internacionais que o têm seguido ao longo destes anos de aprendizagem, pesquisa e maturação dos atributos que fazem dele o alfaiate que é hoje.
Anabela Baldaque concluiu, em 1983, o curso de Estilismo e Modelismo na Escola de Moda Gudi, no Porto. Dois anos mais tarde, estagiou com Emilio Pucci em Florença, Itália.Em 1988, cria a marca de vestuário Anabela Baldaque e o seu nome passa, poucos anos depois, a figurar nos principais eventos de moda nacionais, sendo, aliás, uma das criadoras presentes na 1ª edição do Portugal Fashion, em 1995.Em 2000, inaugura a sua primeira loja, no Porto, e inicia o seu processo de internacionalização com um desfile na Fashion Week de Nova Iorque, a convite do Portugal Fashion, projeto com o apoio do qual participaria ainda em eventos de moda em Paris, Barcelona e São Paulo.Em 2015, assinala-se a abertura de loja própria no coração de Lisboa, como comemoração dos 30 anos de carreira.
Alberto Lievore - Buenos Aires 1948-  Arquiteto pela Universidade de Buenos Aires, cria a empresa Hypothesis, design de interiores e produção de móveis. Em 1976 mudou-se para Barcelona, onde realizou projetos para os mais diversos setores da indústria. É reconhecido em 1999 com o National Design Award, concedido por toda a sua carreira. É no setor de móveis onde seu trabalho adquire notoriedade em diversos continentes Europa, América e  Ásia. Mas é o relacionamento especial com a indústria italiana, onde ocorrem os mais altos níveis de colaboração e eventos: consultoria estratégica, produto e comunicação integral. Entre eles, Arper, Poltrona Frau, Tecno (Compasso D'oro 2016) etc. Simultaneamente apresenta seminários e conferências por todo o mundo. 
Bullseye – Aim on Branding é uma agência de design, do Porto, dedicada a criar experiências e emoções nas diversas áreas do Design.Os serviços: Design Gráfico, Packaging, Web design, Digital design, Marketing Digital.É uma agência, que se concentra diariamente em ajudar os seus clientes a conectarem-se com o seu público de forma inovadora, única e efectiva. Acreditam que o Design é um estado de espírito e que ideias complexas devem ser transformadas em soluções simples e funcionais, superando assim as expectativas dos clientes. Para isso, abordam desafios de diversos ângulos, apostando numa equipa de pessoas singulares e apaixonadas pelo design que marcam a diferença na criação de um projecto de sucesso.
A Patachou é uma marca de moda infantil de luxo acessível, que produz roupa e acessórios para bebé e criança dos 0 aos 12 anos. Mais do que isso, é a concretização de um projecto de duas mulheres empreendedoras e apaixonadas por moda, que sonharam criar um universo infantil com propostas clássicas e divertidas, combinando o design exclusivo com o uso de materiais nobres para a afirmação de um estilo chique e intemporal.Do seu cantinho em Portugal, o universo Patachou cresceu para a Europa e para o Mundo e está em mais de 18 mercados através de várias multibrandstores em países tão diferenciados como a USA, a Coreia do Sul, Líbano  e outros. O mundo encantado da Patachou participa também regularmente em feiras como a Pitti Bimbo (Itália), a Bubble (UK), Fimi ( Espanhã),  Children’sClub – ENK (USA), entre outras.A Patachou é hoje uma marca global, que assume a herança do passado como o melhor caminho para crescer no futuro. Por acreditar nos grandes sonhos dos seus mais pequeninos, desenvolveu o conceito "Spreading Smiles”. Este projecto de responsabilidade social é hoje a grande missão da empresa e consiste em criar uma regra de doação por cada compra realizada. Com a ajuda de todos será possível concretizar mais um sonho desta família: ver sorrisos encantados Patachou em crianças de todo o mundo.
Com mais de 100 anos de existência, a Herdmar é atualmente um dos maiores produtores de cutelaria de mesa do mundo, com mérito reconhecido internacionalmente, transmitindo para o mercado uma distinta filosofia de design democrático que visa apresentar os talheres como um complemento de moda à mesa.Presente em 72 países, com a promessa de "vestir as mesas”, priman sobretudo pela excelência, criatividade e inovação.
Miguel Soeiro desafia o design convencional, materiais e o conceito tradicional como ponto de partida de cada processo criativo, oferecendo uma vantagem informal, contemporânea e intemporal ao produto final. A sua abordagem de excelente flexibilidade, versatilidade e capacidade de adaptação às necessidades do consumidor final permite soluções infinitas em diferentes escalas, desde pequenas peças individuais até grandes à dimensão de espaços interiores. O valor e o reconhecimento de Miguel Soeiro são provados não apenas por suas numerosas colaborações com pequenos artesãos e indústrias bem conhecidas, mas também pela aclamação de seu trabalho em publicações internacionais.
A Costa Verde iniciou a atividade em 1992, sendo uma das mais modernas empresas do sector da porcelana, no espaço da União Europeia.Com recursos humanos bastante qualificados, aposta permanentemente na formação e actualização dos processos, o que a leva a deter um posicionamento de liderança nos mercados internacionais. Caracterizada pelo equipamento da mais avançada tecnologia de origem alemã, assim como das matérias-primas nacionais e estrangeiras rigorosamente selecionadas, produto prima pelo elevado índice de qualidade. O design é sem duvida um fator de diferênciação sendo por isso responsável pela vanguarda das suas linhas de mesa, tornando a costa verde num produto de exelência com niveis de exportação que rondam os 75%. 
Pad2 800x450 cover