SESSÃO ESPECIAL: BEN RUSSELL

Cinema

Casa do Cinema
Auditório do Museu
20 JUN 2020

Horário: 18:00

Sessão com a presença do realizador

Pad2 800x450 cover


 

Programa


BLACK AND WHITE TRYPPS NUMBER ONE 2005, 16mm, p&b , mudo, 7 min.

TERRA INCOGNITA 2002, 16mm, cor, som, 10 min.

AUSTERITY MEASURES 2012, 16mm, cor, mudo, 9 min.

WORKERS LEAVING THE FACTORY (DUBAI) 2008, 16mm, cor, mudo, 8 min.

THE RARE EVENT co-realizado com Ben Rivers, 2018, HD Video, cor, som,  48 min.

 

Organizada em parceria com a Escola das Artes da Universidade Católica do Porto a Casa do Cinema Manoel de Oliveira organiza uma sessão retrospetiva da obra do cineasta experimental e curador norte-americano, composta por cinco curtas-metragens, realizadas ao longo de duas décadas. Optando por obras menos divulgadas, a sessão apresenta-se como uma interrogação sobre a ontologia da matéria fílmica.


Com Trypps Number One Russell reduz o meio às suas origens analógicas, explorando as possibilidades do cinema feito sem câmara, a partir de manipulações da própria emulsão da película. Com Terra Incognita começa a usar uma câmara mas sem lente, produzindo assim imagens em movimento através do sistema pré-cinemático por excelência, a camera obscura. Em Austerity Measures investigam-se as possibilidades dos processos de coloração não padronizados, como metáfora política para a desobediência financeira da Grécia, depois da crise de 2008. Já Workers Leaving the Factory (Dubai), re-imagina o nascimento do cinema, mais de 100 anos depois do irmãos Lumière, à luz do capitalismo selvagem. Por fim, com The Rare Event (co-realizado com o britânico Ben Rivers), reflete-se sobre o que pode ser o futuro do cinema (e o cinema do futuro), a partir de uma exposição que Jean-François Lyotard deixou por concretizar.

S 800xnull Contain
Ben Russell
Image
Image mobile

Nascido em 1976, nos EUA, Ben Russell é um artista que trabalha nas áreas do cinema, da instalação e performance, sendo também curador e investigador. O seu trabalho explora a improvável interseção entre a antropologia visual e o psicadelismo, mergulhando amiúde nas questões da ontologia e da história das imagens em movimento, algures entre o cinema primitivo e o cinema estrutural. O seu trabalho vem sendo exibido em diversas instituições, tanto dedicadas ao cinema como à arte contemporânea.  

Image contain

A DECORRER

TERMINADAS

Não há atividades para apresentar

Não há atividades para apresentar