Rope  | Sauve qui peut (la vie)

Ciclo Cinema e Fotografia: Visões Espectrais

Casa do Cinema
22 JUN 2021

Horário: 18:30

Acesso: 3€; Estudante/Jovem, Maiores de 65 e Amigos de Serralves: 1,5€

O acesso ao Auditório da Casa do Cinema é feito pela Rua de Serralves nº 873, 30 minutos antes do início da sessão.

Pad2 800x450 cover

Rope

Gustztáv Hámos, Katja Pratschke

GR, HU | 28 min. | 2016

Sauve qui peut (la vie)

Jean-Luc Godard

FR, SW, GR, AU | 87 min. | 1980


Rope é uma “reconstrução” fotográfica do famoso conto de Ambrose Bierce, An Occurrence at Owl Creek Bridge: um homem, à beira de uma ponte, uma corda ao pescoço, prestes a ser enforcado e um amor maior do que a vida (e a morte). Mas, mais do que isso, é também uma investigação sobre as possibilidades da cronofotografia nos dias do cinema digital.

Sauve qui peut (la vie) marcou, em 1980, o regresso de Jean-Luc Godard ao circuito mais “convencional” do cinema, depois de alguns anos de ausência em que se dedicou a um cinema de caráter revolucionário. O filme, organizado como uma partitura musical com quatro movimentos (o imaginário, o medo, o comércio e a música), conta com a participação de Isabelle Huppert, do cantor Jacques Dutronc, e Nathalie Baye.

Dois filmes onde a decomposição fotográfica do movimento é explorada como ferramenta de interrogação dos próprios mecanismos internos do cinema.