Trabalhos Ocasionais de uma Escrava

ALEXANDER KLUGE, A UTOPIA DO CINEMA

RETROSPETIVA

03 OUT 2021

Horário: 18:00

GELEGENHEITSARBEIT EINER SKLAVIN, 1973

GR | 91 min.

Em colaboração com a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema

2110 Trabalhos Ocasionais de uma Escrava 03 Out


Roswitha Bronski (Alexandra Kluge) é mais uma das grandes personagens femininas do cineasta. Roswitha é uma mulher esgotada, dividida entre os trabalhos domésticos, o cuidado do marido e dos filhos, e os abortos clandestinos que realiza para compor o orçamento familiar. Encontrará novas energias nos movimentos revolucionários a que adere, mas o primeiro passo para a mudança dá-se dentro da “unidade familiar”. Como diz uma frase no interior do próprio filme “Roswitha sente uma força tremenda dentro de si mesma, e ela sabe pelos filmes que essa força realmente existe.” Mal compreendido por muitos à data da sua estreia, Trabalhos Ocasionais de uma Escrava é um filme profundamente atual. (Cinemateca Portuguesa)



A DECORRER

TERMINADAS

Website desenvolvido por Bondhabits.
Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile