#4: Human Flow

Os filmes de Ai Weiwei em quatro momentos

Auditório da Casa do Cinema
24 JUN 2022

Sessão 1

Human Flow 2017 | 2h20

Laziz 2016 | 14 min

Horário: 18:00

O acesso ao Auditório da Casa do Cinema é feito pela Rua de Serralves nº 873, 30 minutos antes do início da sessão.



Pad2 800x450 cover


Human Flow (2017, 2h20)

Mais de 65 milhões de pessoas em todo o mundo foram forçadas a abandonar as suas casas para escapar à fome, à guerra e às alterações climáticas, no maior deslocamento humano desde a Segunda Guerra Mundial. Human Flow analisa tanto a impressionante escala da crise de refugiados como o seu profundo impacto humano e pessoal. Rodado em 23 países ao longo de um ano fértil em acontecimentos, o filme segue uma sequência de prementes histórias humanas que se estendem pelo globo. Human Flow é um tributo ao inquestionável espírito humano e coloca uma das questões que definirão este século: Irá a nossa sociedade global emergir do medo, do isolamento e do interesse egocêntrico para escolher um caminho de abertura, liberdade e respeito da humanidade? (OmeU)


Laziz (2016, 14m)

Em maio de 2016, Ai Weiwei e a sua equipa viajaram para a Faixa de Gaza durante as filmagens de Human Flow (2017) e visitaram o jardim zoológico de Khan Yunis, classificado como “o pior jardim zoológico do mundo” pelos grupos de defesa dos animais. Nessa altura, apenas restavam quinze animais famintos e negligenciados. Laziz, um tigre de Bengala macho de dez anos de idade, era o último tigre que restava na Faixa de Gaza. Finalmente, Laziz foi transferido para um santuário de animais na África do Sul, graças aos esforços da organização Four Paws International.

A DECORRER

TERMINADAS