OPEN SPACE, DAVID BEHRMAN FEAT. ARS AD HOC + OKKYUNG LEE & DAVID BEHRMAN

Open Space: Focus on David Behrman

Auditório do Museu
28 NOV 2021

Horário: 17:30

Pad2 800x450 cover

Fotografia de Eun Chun



David Behrman e o ensemble ars ad hoc apresentam Open Space

 

Open Space constitui-se como uma série de peças relacionadas com a peça Open Space With Brass, uma encomenda para as performances finais da Merce Cunningham Company no Armory de Nova Iorque em dezembro de 2011. A mistura de sons de vários instrumentos acústicos com outros processados ou gerados por computadores vai-se desenrolando em sequências de situações, algumas muito livres e outras com partituras breves, procurando-se manter uma qualidade que tem como referência elementos e limitações dos primeiros tempos em que Behrman e amigos construíam artesanalmente sintetizadores analógicos ou híbridos analógico-digitais. Na verdade, Behrman terá criado teclados eletrónicos antes do próprio Moog.

 

Okkyung Lee e David Behrman – Elementos surgidos do decorrer das performances que realizaram juntos no passado. 

 

Entre as relações colaborativas duradouras de Behrman nas últimas décadas, encontramos a extraordinária violoncelista e compositora sul-coreana Okkyung Lee.

Lee começou por se destacar na cena musical da downtown nova-iorquina (quer a solo quer ao lado de John Zorn, Ikue Mori, Marc Ribot, Elliott Sharp, entre muitos outros) pela sua abordagem improvisacional singular para a qual concorrem influências que vão do noise à música tradicional coreana, do jazz à música clássica ocidental. O seu espírito determinado e exploratório conduziu-a numa movimentação entre contextos colaborativos diversificados, quer disciplinares quer entre géneros musicais, onde encontramos nomes como Arca, Laurie Anderson, Christian Marclay, Mark Fell, Jenny Hval, Swans ou Douglas Gordon.

A DECORRER

TERMINADAS