Atlas da Inteligência Artificial: Sobre o Tempo Profundo, o Tecido Profundo, e o Espaço Profundo

Pluralizando o Antropoceno II

Parque
01 DEZ 2021

Horário: 18:00 (GMT, Hora de Lisboa)

A sessão será em Inglês

Evento online, de acesso gratuito, com inscrição obrigatória através deste link

Pad2 800x450 cover


Kate CRAWFORD (USC Annenberg)

Moderador: Gonçalo Santos (CIAS / Sci-Tech Asia / Universidade de Coimbra)

  

A inteligência artificial (IA) é discutida normalmente como sendo abstrata, técnica, e imaterial, como algoritmos "na nuvem". Mas de fato, a IA é simultaneamente incorporada e material, feita de recursos naturais, combustível, trabalho humano, infraestruturas, logísticas, histórias e classificações. A IA nasceu de lagos de sal na Bolívia e de minas no Congo, construída a partir de conjuntos de dados rotulados por “crowdworkers” que procuram classificar ações, emoções e identidades humanas. A IA é usada para navegar drones sobre o Iêmen, para dirigir a polícia de imigração dos Estados Unidos, e modular as pontuações de crédito do valor e risco humano um pouco por todo o mundo. Uma perspetiva ampla e de múltiplas escalas sobre a IA é necessária para combater estes regimes sobrepostos. Esta palestra combate os sistemas globais interconectados de extração e poder nos impérios da IA, e considera as implicações das práticas correntes de cercamento (enclosure).

 


A DECORRER

TERMINADAS