SESSÃO DE CINEMA: 2 AUTORRETRATOS DE CÉCILE FONTAINE | A LETTER FROM GREENPOINT

Auditório da Casa do Cinema Manoel de Oliveira
05 MAR 2023 | 17H00

Todos os filmes serão apresentados na sua língua original e legendados em português.

Por motivos de força maior o programa poderá ser alterado.

Acesso

Bilhete (1 sessão): 3€

Estudante/Jovem, Maiores de 65 e Amigos de Serralves: 1,5€

O acesso ao Auditório da Casa do Cinema é feito pela Rua de Serralves nº 873, 30 minutos antes do início da sessão.

Comprar Bilhete

DOMINGOS NA CASA DO CINEMA 05mar

05 MAR | DOM | 17:00

SELF-PORTRAIT N.1 (TOILETTE)
Cécile Fontaine
FR | 1982 | 3 min.


SELF-PORTRAIT N.2 (REVEIL)
Cécile Fontaine
FR | 1982 |3 min.


“‘Self-Portrait n°1 (Toilette)’ é um dos meus primeiros filmes, no qual seguro a câmara com o braço estendido e assim capturo imagens fragmentárias e muito próximas de mim mesma enquanto lavo o rosto ou me penteio; tudo intercalado com fotografias minhas em diferentes idades. ‘Self-Portrait nº 2 (Réveil)’ é o meu segundo autorretrato em que seguro a câmara Super 8 com a mão e me filmo à distância de um braço. Como no primeiro autorretrato, este compõe-se de planos extremamente aproximados, neste caso de mim ao sair da cama. Como no primeiro, a cena é intercalada com imagens, desta feita de vários documentos administrativos que estão em meu nome: bilhete de identidade, cadernetas escolares, cartão de tipo sanguíneo... – eles são os únicos elementos coloridos
neste filme rodado num preto e branco bastante granulado." – C.F.


A LETTER FROM GREENPOINT
Jonas Mekas
EUA | 2005 | 79 min.


"Em fevereiro de 2004, depois de viver 30 anos da minha vida no SoHo, tomei a decisão de deixar esse bairro e mudar-me para Greenpoint, em Brooklyn. Este vídeo retrata o modo como se deixa um lugar onde se passou mais tempo do que em qualquer outro, um lugar que foi, também, o da minha vida familiar. Agora estou noutro sítio. Este vídeo é sobre começar a criar raízes num novo lugar, um novo

lar, com novos amigos, novos pensamentos, novas experiências. Este vídeo também é sobre o vídeo. Quando em 1949 comecei a filmar com a minha Bolex, levei quinze anos a conseguir, realmente, dominá-la. Foram precisos quinze anos para que a minha Bolex fizesse aquilo que eu queria. Quando em 1987 arranjei a minha primeira câmara de vídeo, uma Sony, pensei que seria diferente. Mas não. Só hoje, depois de quinze anos a trabalhar com ela, é que sinto que ela se tornou uma extensão do meu olho, do meu corpo. ‘A Letter from Greenpoint’ é o meu primeiro trabalho sério em vídeo.” – J.M.


Filmes apresentados no contexto do ciclo Domingos na Casa do Cinema: O Que É um Autorretrato?, concebido em diálogo com a exposição Agnès Varda: Luz e Sombra patente na Casa do Cinema Manoel de Oliveira até dia 12 de fevereiro.

A DECORRER

TERMINADAS

Website desenvolvido por Bondhabits.
Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile