SESSÃO DE CINEMA: ANIKI-BÓBÓ

Auditório da Casa do Cinema Manoel de Oliveira
18 DEZ 2022 | 17H00

Todos os filmes serão apresentados na sua língua original e legendados em português.

Por motivos de força maior o programa poderá ser alterado.

Acesso

Bilhete (1 sessão): 3€

Estudante/Jovem, Maiores de 65 e Amigos de Serralves: 1,5€

O acesso ao Auditório da Casa do Cinema é feito pela Rua de Serralves nº 873, 30 minutos antes do início da sessão.

Comprar Bilhete

SESSÃO DE CINEMA: ANIKI-BÓBÓ ANIKI-BÓBÓ - 80 ANOS

18 DEZ | DOM | 17H00

ANIKI-BÓBÓ

Manoel de Oliveira

PT | 1942 | 71 min.

Aniki-Bóbó é a primeira longa-metragem de ficção de Manoel de Oliveira, que só três décadas depois, com O Passado e o Presente (1972) voltaria a esse registo. Este longo hiato deveu-se, em parte, à má receção do filme à época, tanto pela crítica especializada, pelo regime (que o considerou subversivo), como pelo público (que não afluiu às salas para o ver). Aniki-Bóbó tornou-se, entretanto, no mais querido e popularizado dos filmes do realizador. Isso resulta, em grande medida, da trama infantil que adapta o conto de João Rodrigues de Freitas, "Os Meninos Milionários", e da escolha dos atores-crianças que o protagonizam. Eduardinho é o mais destemido e o líder do grupo de crianças que passa o dia a dia entre a escola e as ruelas junto à Ribeira, Carlinhos é louro e sensível; ambos disputam Teresinha, a única menina do grupo. Filmado no verão de 1940, para aproveitar as férias escolares, Aniki-Bóbó seria rodado no Porto, em Gaia e também em Lisboa, no estúdio da Tobis Portuguesa (para todas as cenas de interiores e para a famosa cena do telhado). Esta sessão acontece no exato dia em que se comemoram os 80 anos da estreia do filme, que foi exibido, pela primeira vez, a 18 de dezembro de 1942 no Cinema Éden, em Lisboa.


Filme apresentado no âmbito da celebração do 80.º aniversário da estreia de Aniki-Bóbó, que inclui uma exposição documental no foyer do Auditório da Casa do Cinema Manoel de Oliveira* e um ciclo de conversas.

*Acessível sempre que decorram atividades no Auditório da Casa do Cinema Manoel de Oliveira.

A DECORRER

TERMINADAS

Digital Product by BondHabits