COMO ENFRENTAR O PERIGOSO DECLÍNIO DA NATUREZA?

DA AVALIAÇÃO DO IPBES À AÇÃO
Museu
10 SET - 11 SET 2019
Pad2 800x450 cover

No início de Maio de 2019, muitos meios de comunicação em todo o mundo noticiaram a ‘verdade inconveniente’ que os humanos estão a alterar os ecossistemas da Terra de forma dramática e a um ritmo sem precedentes, com cerca de 1 milhão de espécies de animais e plantas ameadas de extinção. 

As notícias resultaram, da publicação do resumo para os decisores de políticas, vindo do Relatório de Avaliação Global sobre Biodiversidade e Serviços dos Ecossistemas da Intergovernmental Science-Policy Platform on Biodiversity and Ecosystem Services (IPBES).

O relatório transmite quatro mensagens-chave: 

(i) A vital contribuição da Natureza para as pessoas está a deteriorar-se globalmente; 

(ii)  Os agentes de mudanças estão em rápida alteração; 

(iii) As metas de conservação e sustentabilidade até e pós 2030 só podem ser alcançadas através de mudanças transformadoras em fatores económicos, sociais, políticos e tecnológicos; 

(iv) A conservação, restauração e uso sustentável da Natureza requerem esforços urgentes e concertados para promover tais mudanças transformadoras.


Esta conferência sobre biodiversidade visa promover a análise dos problemas do passado e do presente e os desafios do futuro, divulgando e discutindo as conclusões dramáticas do relatório do IPBES, enquanto abre caminho para novas e mais efetivas abordagens para enfrentar o perigoso declínio da Natureza. Para atingir os objetivos, a conferência reúne especialistas mundiais, também eles autores do relatório do IPBES, investigadores e profissionais que desenvolvem trabalho em todo o mundo para entender e proteger a biodiversidade e os ecossistemas ameaçados

Um programa emocionante que inclui apresentações, debates e a exibição de um filme, concluído recentemente numa das regiões mais selvagens e mais biodiversas de Portugal: o Vale do Guadiana.


A conferência será realizada num período em que a década das Nações Unidas sobre Biodiversidade (2011-2020) está a terminar, e torna-se evidente que as ambiciosas Metas de Biodiversidade de Aichi da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) não serão cumpridas. Será, portanto, um evento de abertura para o ano crítico de 2020, quando várias iniciativas serão organizadas em todo o mundo para discutir como travar a perda de biodiversidade para assegurar ecossistemas resilientes, culminando na Conference of the Parties das Partes da CDB em Outubro e da muito aguardada adoção à escala mundial da Estratégia de Biodiversidade Pós-2020.


De modo a estimular a discussão sobre esta importante questão, a Fundação de Serralves, juntamente com o CIBIO-InBIO (Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, Universidade do Porto) com apoio da Cátedra EDP Biodiversidade, convidaram oradores experientes para presentação de palestras, descrevendo os desafios e oportunidades na conservação da biodiversidade em todo o mundo, com base nas recentes avaliações publicadas pelo IPBES. Vários casos de estudo mostram que é possível inverter o declínio da biodiversidade, nomeadamente através do desenvolvimento de parcerias que reúnam a academia e os setores público e privado. O público será convidado para as discussões levantadas pelas apresentações, das quais se espera que surjam contribuições para a Estratégia de Biodiversidade Pós-2020.



O evento é gratuito mediante inscrição, até dia 8 de setembro (DOM). Contactos: Marta Tavares  e Anabela Silva 


Fotografia: Micaela Neto

Image
Image

A DECORRER

TERMINADAS

Image desktop
DA AVALIAÇÃO DO IPBES À AÇÃO