ALBUQUERQUE MENDES

INSTALAÇÃO (TANGO)
Casa da Música
14 JAN 2022 - 14 AGO 2022
Pad2 800x450 cover

Albuquerque Mendes (Trancoso, 1953), um dos nomes fundamentais da arte portuguesa afirmados ao longo da década de 1980, cruza na sua obra a pintura, a performance, o happening e a instalação. O seu trabalho explora temas da cultura pop, tradições populares, formas e rituais religiosos, bem como as condições histórico-sociais de circulação, legitimação e receção da obra de arte. As performances que concebe, nas quais a música tem um papel central, contribuem para uma perpétua interrogação de alguns dos mitos da história portuguesa e da cultura ocidental.


Ativada no dia da inauguração, a obra “Instalação (Tango)” permanece durante o restante período da exposição como uma escultura, ou como um palco vazio, ladeada por um monitor que apresenta em loop o registo em vídeo da performance. Este palco à espera de ser ocupado corresponde a uma plataforma de forma circular sobre a qual pende uma cortina de veludo vermelho que associamos imediatamente à boca de cena de teatros. Durante a performance, um casal de bailarinos de tango é conduzido pelo artista até ao pequeno palco para executarem, ao som de músicas célebres de tango, complexas coreografias onde o trabalho de pés adquire um inédito protagonismo. A cortina, suspensa a cerca de meio metro da plataforma, não nos permite ver mais dos executantes do que a parte inferior das suas pernas – o que torna os movimentos dos pés ainda mais escrutinados, associando a sensualidade a tudo aquilo que, sem ser visível, é sugerido.


Organização: Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea, Porto


Imagem: Albuquerque Mendes, Instalação (Tango), 2001. Col. Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea, Porto. Doação do artista em 2006.

Fotografia: Filipe Braga

A DECORRER

TERMINADAS

Image desktop
INSTALAÇÃO (TANGO)