O REGRESSO DO OBJETO

ARTE DOS ANOS 1980 NA COLEÇÃO DE SERRALVES
Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco
27 JUN - 9 OUT 2022 | 18H00
Imagem: Tony Cragg, Chairs and Objects, 1983. Col. privada em depósito na Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea, Porto. Fotografia: © Jorge Trêpa, #Shooter
Imagem: Tony Cragg, Chairs and Objects, 1983. Col. privada em depósito na Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea, Porto. Fotografia: © Jorge Trêpa, #Shooter

ANA JOTTA, ANTÓNIO BARROS, BARBARA KRUGER, CABRITA, CINDY SHERMAN, DARA BIRNBAUM, FERNANDO AGUIAR, FISCHLI & WEISS, GERARDO BURMESTER, GUERRILLA GIRLS, HARALD KLINGELHÖLLER, JOAQUIM BRAVO, JOSÉ PEDRO CROFT, JUAN MUNÕZ, PATRÍCIA GARRIDO, RUI AGUIAR, RUI CHAFES, RUI SANCHES, STEVE GIANAKOS, TONY CRAGG, XANA, FERNANDO AGUIAR, BIIRNBAUM

“O regresso do objeto” apresenta trabalhos de artistas portugueses e estrangeiros que sedimentaram os seus discursos artísticos nos anos 1980. As obras apresentadas personificam exemplarmente as transformações a que a arte foi sujeita nesse período e revelam como a complexidade das práticas destes artistas excede as ideias preconcebidas sobre a arte dos anos 1980.

Os trabalhos apresentados nesta exposição marcam, por um lado, uma reação à predominância da arte minimal e conceptual nas décadas anteriores, através do regresso à pintura e à escultura e ao uso de materiais tradicionais como o ferro, o bronze e a madeira. Assistimos a um regresso a temas clássicos da história da arte, ao ressurgimento de um imaginário figurativo e metafórico associado a títulos poéticos e evocativos e à proximidade com as artes decorativas e a cultura popular. Por outro lado, esta década foi marcada por um forte ativismo político associado a questões identitárias e pelo desenvolvimento de um pensamento crítico em relação à sociedade de consumo, aos recentes desenvolvimentos tecnológicos e à cultura de massas – questões que servem de mote para o trabalho de vários artistas representados na exposição.

Esta iniciativa integra o programa de Exposições Itinerantes da Coleção de Serralves que tem por objetivo tornar o acervo da Fundação acessível a públicos diversificados de todas as regiões do país.

Produção: Fundação de Serralves — Museu de Arte Contemporânea, Porto



ROTEIRO DA EXPOSIÇÃO

VER MENOS

VER MAIS

ARTE DOS ANOS 1980 NA COLEÇÃO DE SERRALVES
ARTE DOS ANOS 1980 NA COLEÇÃO DE SERRALVES

A DECORRER

TERMINADAS

Desenvolvimento de Websites por BondHabits