Museu

O Museu como Performance

Anterior

Grupo de pessoas a assistir a performance numa sala escura com pontos de luz roxa.

O Museu como Performance vem reconhecer a importância crescente da performance na arte contemporânea e contribuir para sedimentar a história de Serralves enquanto museu pioneiro na transdisciplinaridade, caracterizado pelo constante cruzamento entre as artes visuais e as artes performativas, e pela presença regular de nomes aclamados internacionalmente nos domínios da dança, da performance e da música contemporâneas. O convite a artistas para ativarem os espaços do museu, também reflete o interesse de Serralves em trabalhar com artistas cujo trabalho responda ao seu contexto arquitetónico e ao seu entorno natural.

Este programa pretende ser um espelho da diversidade de perspetivas atuais sobre aquilo que a performance significa hoje – desde o trabalho sobre a linguagem, a exploração da relação com o teatro (através da atenção à palavra dita, mas também da incorporação de adereços), as ligações e tensões entre a ação física e o desenho ou a escultura, o questionamento da autonomia dos despojos de uma performance enquanto instalação e memória e a construção duracional de relações com o espaço arquitetónico e acústico.

800x800 cover
800.1066 cover
800.800 cover
800.1066 cover
800.800 cover
Image

VER MAIS

VER MENOS

Image
Image