PAULA REGO

O GRITO DA IMAGINAÇÃO.
Casa de Serralves
25 OUT 2019 - 28 JUN 2020

Paula Rego (Lisboa, 1935) é uma das grandes artistas realistas do nosso tempo seguindo a linha de Goya, Hogarth e Beckmann. As suas obras, sendo figurativas e narrativas, nunca são conservadoras, abordando questões tão provocadoras quanto a condição da mulher e a sexualidade. Nascida em Lisboa em 1935, Paula Rego vive em Londres desde a década de 1960, sendo considerada uma das artistas portuguesas com mais reconhecimento internacional. O Museu de Serralves organizou em 2004 uma grande exposição da artista, que apresentou uma seleção da sua obra produzida a partir de 1996, incidindo particularmente na relação entre a sua pintura e o desenho, assim como na construção de situações ficcionais singulares e idiossincráticas. O núcleo de obras de Paula Rego na Coleção de Serralves, realizadas desde os anos de 1960 até à atualidade, será o ponto de partida para uma exposição monográfica que, 15 anos depois, trará a artista de volta a Serralves.

Exposição organizada pela Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea e comissariada por Marta Almeida.


Imagem: Filipe Braga, © Fundação de Serralves, Porto.

Image
Image

On going

Past

Image desktop
O GRITO DA IMAGINAÇÃO.